Histórico

A Avaliação Institucional é um processo voltado para o aperfeiçoamento constante da Instituição, com intuito de reforçar a identidade institucional, consolidar a sua marca e agir sobre suas fragilidades. Com essa compreensão e em consonância com o que determina o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior - SINAES, a Unigranrio criou em agosto de 2004 a sua Comissão Própria de Avaliação Institucional - CPA.

A CPA é responsável pela condução dos processos de avaliação da Instituição, de sistematização e de prestação das informações solicitadas pelo governo. De agosto de 2004 a julho de 2006 foi realizada a primeira etapa de avaliação institucional.

A coleta de dados foi feita da seguinte forma:

1 - Questionário (impresso) respondidos pelos Pró-Reitores, Diretores de Unidades e Coordenadores de Curso;

2 - Questionário disponibilizado no Portal Unigranrio respondido pelos professores, alunos, funcionários e egressos;

3 - Questionário (impresso) respondido por representantes de setores da sociedade civil organizada;

4 - Análise do PDI, do PPPI, do Regimento Interno, do Relatório Anual Institucional e do Relatório Anual de cada Escola;

5 - Mapeamento dos projetos desenvolvidos na área de Pesquisa, Extensão e Pós-Graduação.

  • A missão e o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI);

  • A política para o ensino, a Pesquisa, a Pós-Graduação, a Extensão e as respectivas formas de operacionalização;

  • A responsabilidade social da Instituição;

  • A comunicação com a sociedade;

  • As políticas de pessoal, as carreiras do corpo docente e do corpo técnico-administrativo, seu aperfeiçoamento, desenvolvimento profissional e suas condições de trabalho;

  • Organização e gestão da Instituição, especialmente o funcionamento e a sua representatividade dos colegiados, sua independência e autonomia na relação com a mantenedora e a participação dos segmentos da comunidade acadêmica nos processos decisórios;

  • Infraestrutura física, especialmente a de ensino e de pesquisa, biblioteca, recursos de informação e comunicação;

  • Planejamento e avaliação, especialmente dos processos, resultados e eficácia da autoavaliação institucional;

  • Políticas de atendimento aos estudantes;

  • Sustentabilidade financeira, tendo em vista o significado social da continuidade dos compromissos na oferta da educação superior.

A essência constitutiva da avaliação institucional faz com que ele deva ser "mutirão de todos, por todos, remexida e temperada". Assim, a CPA apresenta uma síntese dos pontos apresentados no primeiro RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL (disponibilizado na íntegra no Portal) e alguns encaminhamentos já realizados pela Unigranrio.